Ionômero de Vidro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ionômero de Vidro

Mensagem  Admin em Sex Abr 23, 2010 3:55 pm


Foto de um produto de uma marca comercial.

Composição:
pó de vidro de silicato que contém cálcio e flúor-silicato-alumínio e uma solução aquosa de ácido poliacrílico.

Apresentação Comercial: dois frascos onde em um está contido o pó (silicato) e no outro o líquido (ácido poliacrílico). Ou em cápsulas pré-proporcionadas que devem ser misturadas em amalgamador.

Tipos e Indicações:
Tipo l: IV C – é indicado para cimentações de peças protéticas indiretas.
Tipo ll: IV R – é indicado como material restaurador direto.
Tipo lll: IV F – é indicado como forrador ou base para restaurações diretas.
Fotoativado: IV modificado por resina composta – também indicado como material restaurador.

Manipulação: Deve-se misturar pó e líquido seguindo a proporção de 1:1, ou seja, uma medida do pó para uma gota do líquido. Pó e líquido devem ser dispensados momentos antes do início da espatulação em um pedaço de papel para espatulação ou em uma placa de vidro seca, evitando que o excesso de água altere a relação ácido/água do líquido.
O pó deve ser incorporado rapidamente ao líquido com uma espátula plástica rígida por um tempo de 45 a 60 segundos. O material deve ser levado ao dente já limpo e condicionado com ácido poliacrílico, enquanto ainda está brilhante, o que indica a presença do poliácido ainda não consumido pela reação de presa e que permitirá a adesão do material às paredes dentais.
Quando é utilizado o IV restaurador, deve-se cobrir a restauração com uma camada de verniz com o objetivo de impermeabilizar a superfície e evitar a sorção de água do meio bucal enquanto a reação de presa ainda está acontecendo.


Liberação de Flúor: Durante a reação de presa a superfície das partículas de vidro são atacadas pelo ácido. Íons cálcio, alumínio, sódio e flúor são deslocados para o meio aquoso. As cadeias do ácido poliacrílico formam ligações cruzadas com íons de cálcio formando uma massa sólida. Os íons de sódio e flúor não participam da ligação cruzada do cimento. Logo, íons de sódio e flúor ligam-se formando fluoreto de sódio que se dispersa no cimento e é liberado para a estrutura dental, o que pode impedir a cárie recorrente.

Armazenamento e Conservação: As embalagens de pó e líquido devem ser armazenadas fechadas, em local seco e à temperatura ambiente.

Texto e Fotos: André G. De Vito Moraes

Admin
Admin

Mensagens : 4
Data de inscrição : 17/04/2010

Ver perfil do usuário http://odonto.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum